Postado em:
18 jun, 2012

As 19 crianças com mais estilo na internet!

Pra criança tudo é festa. Veja a alegria desses pequenos e pequenas com suas roupas cheias de estilo.

Continue lendo


Postado em:
10 abr, 2012

Top 12 desastres do Photoshop!

Não adianta, galera. Por mais que a Adobe crie versões incríveis e atualizadas do Photoshop, ainda vai ter gente fazendo bizarrices por aí. E pior: achando que tá abalando!
 
Continue lendo


Postado em:
15 jun, 2011

Veja ou fique curioso!

 

Os melhores links dessa semana 😀

 


Postado em:
06 jun, 2011

Os 10 desastres naturais mais mortais da História!

Desastres naturais violentos tem devastado a humanidade ao longo de séculos, mas tendo em vista que alguns deles aconteceram muito tempo atrás, os cientistas não são capazes de estimar o número de mortos. A ilha mediterrânea de Stroggli é um exemplo. Acredita-se que o lugar foi completamente destruído por uma erupção vulcânica e pelo tsunami que se seguiu. Embora o número de mortos permaneça incerto, o desastre parece ter devastado toda a civilização minoica em torno de 1500 aC.

Os desastres naturais mais mortais – que envolvem na maior parte terremotos e inundações e sobre os quais os historiadores podem fornecer o número preciso de mortes – já mataram um total estimado de 10 milhões de pessoas.

A China lidera o ranking. Nada mais nada menos do que cinco dos dez desastres naturais que mais mataram até hoje ocorreram no país, incluindo os três mais mortíferos. No geral, o terremoto é o desastre que mais aparece: seis vezes. Os dois primeiros colocados da lista, porém, não são abalos sísmicos. Confira a lista, que vai dos menos até os mais mortíferos:

10 – Terremoto em Aleppo, na Síria

O abalo atingiu Aleppo, maior cidade da Síria na época, no dia 11 de outubro de 1.138. Com base em dados geológicos, as estimativas modernas dão ao terremoto a magnitude de 8,5 graus na Escala Richter. Registros históricos sugerem que aproximadamente 230 mil pessoas morreram, além dos grandes danos sofridos pela cidade. Aleppo se localiza no norte da Síria, numa área muito vulnerável a tremores. A cidade faz parte da região da Falha do Mar Morto, pois repousa sobre o limite entre a placa geológica da Arábia e a placa africana.

Continue lendo