Postado em:
23 jan, 2014

6 séries de TV que acabaram cedo demais!

Provavelmente você que esta lendo esse post nunca deve ter visto nenhuma dessas séries na televisão. Confira as 6 séries de TV que acabaram cedo demais.

1. Police Squad!

Quando foi ao ar: 1982
Quanto tempo durou: 6 episódios
Uma paródia de seriado policial cheia de gags, trocadilhos, piadas bobas e estrelada por Leslie Nielsen. Soa familiar? Police Squad!, série criada pelos comediantes Jim Abrahams, David Zucker e Jerry Zucker (também responsáveis pelo clássico Apertem os Cintos… o Piloto Sumiu!) foi ao ar em 1982, só que não durou muito tempo na telinha, sendo cancelada depois de seis episódios. Mas os produtores parecem ter visto potencial na premissa, e resolveram levar Leslie e cia. para a telona em 1988 com o primeiro filme da franquia Corra que a polícia vem aí. O sucesso das 2½ continuações cinematográficas tornou a finada série ainda mais amada.

2. Minha vida de cão (My so-called life)

Quando foi ao ar: 1994-1995
Quanto tempo durou: 19 episódios
Quem não segura a emoção ao ver o queixinho da agente da CIA Carrie Mathison tremer toda vez que ela chora no atual hit da TV, Homeland, não pode deixar de revisitar a série que lançou a atriz ao estrelato (e forneceu um bocado de material para o The Claire Danes Cry Face Project). Sem “lições de moral” e estrelada por adolescentes reais, a série narrada pela personagem de Danes, Angela, foi considerada à frente de seu tempo – o seriado, que conseguia tratar com a mesma seriedade (e naturalidade) temas como homossexualidade, violência na escola e a sensação de acordar com uma espinha no rosto, acabou perdendo espaço na programação. Interessada em maior audiência, a ABC cancelou o seriado em 1995, depois de apenas 19 episódios. Apesar da partida prematura, os personagens e dramas realistas fazem com que Minha vida de cão continue sendo considerada uma das melhores séries sobre as angústias da adolescência.

3. Freaks and Geeks

Quando foi ao ar: 1999-2000
Quanto tempo durou: 18 episódios
Antes de fazer sucesso no cinema com filmes como Tá rindo do quê? (Funny People) e O Virgem de 40 anos, o diretor e roteirista Judd Apatow comandou na telinha séries de curta temporada que deixaram saudades. Entre as suas tentativas “frustradas”, a mais memorável é Freaks and Geeks, série sobre um bando de adolescentes desajustados que tentavam sobreviver ao colegial. Com o humor constrangedor que é tão característico do diretor, a série foi logo cancelada, mas lançou ao estrelato atores como James Franco, Jason Segel e Seth Rogen.
Bônus: Dois anos depois, Apatow tentou de novo se manter na telinha com Curso: Incerto (Undeclared), série que buscava apresentar uma versão realista da vida na faculdade. Com diálogos improvisados e personagens complexos, a inteligente comédia teve vida ainda mais curta que a série que a antecedeu – foi cancelada depois de 17 episódios. Atualmente, Judd é produtor executivo da aclamada Girls, série criada e estrelada por Lena Duham e que vai muito bem, obrigada.

4. Arrested Development

Quando foi ao ar: 2003-2006
Quanto tempo durou: 53 episódios
Apesar de ter tido a sorte de continuar no ar por muito mais tempo que os outros seriados desta lista, os fãs de Arrested Development confirmam: ela acabou cedo demais. Acompanhando a vida da (disfuncional) família Bluth, que deve arranjar formas de se reerguer depois de ir à falência, a comédia foi um sucesso de crítica, arrematando seis Emmys e um Globo de Ouro. Mas as estatuetas não foram o suficiente para garantir a renovação do seriado, cancelado em 2006 pela Fox devido à baixa audiência. A onda de protestos e manifestações online pelo retorno da família Bluth parecia em vão até que a Netflix encomendou uma quarta temporada da série, cinco anos após seu cancelamento. Os 13 novos episódios têm estreia prevista para maio deste ano e vão reunir todos os astros da série, como Michael Cera (Juno, Scott Pilgrim) e Will Arnett (30 Rock, Up All Night).

5. Studio 60 on the Sunset Strip

Quando foi ao ar: 2006-2007
Quanto tempo durou: 22 episódios
Ver o eterno Chandler de Friends, Matthew Perry, de volta à TV era um motivo a mais para acompanhar esta série que se passava nos bastidores de um programa de esquetes como (o eterno) Saturday Night Live. Comandada por Aaron Sorkin – responsável pela prestigiada The West Wing e a recente The Newsroom, além de filmes como A Rede Social – Studio 60 acabou sendo a única série do todo-poderoso roteirista e diretor a não ser renovada para uma segunda temporada. O timing certamente não ajudou: o seriado estreou na NBC no mesmo ano em que 30 Rock, série comandada por Tina Fey que também acompanha os bastidores de um programa humorístico. Liz Lemon acabou levando a melhor: apesar de 30 Rock apresentar menor audiência, recebeu melhores críticas e tinha custo de produção bem mais baixo.

6. Lucky Louie

Quando foi ao ar: 2006-2007
Quanto tempo durou: 13 episódios
Louis CK é hoje um dos mais populares comediantes de stand-up nos EUA e é a estrela da elogiada série Louie, no canal FX. Mas foi na HBO, em uma sitcom com plateia (nada de risadas falsas por lá!), que ele começou a conquistar o coração dos fãs. A série Lucky Louie, que durou apenas 13 episódios, acompanhava o dia a dia do personagem-título e sua família. Enchendo de humor ácido a vida depressiva dos protagonistas, Lucky Louie ganhou status de clássico e serve como uma prévia para o novo seriado de Louis CK, em que o comediante vive um homem (ainda um tanto azarado) em meio a uma crise da meia idade.


Seja o primeiro a comentar em 6 séries de TV que acabaram cedo demais!

Deixe seu comentário: