Postado em:
11 ago, 2013

Beber energético em demasia traz risco à saúde e pode comprometer coração

Para aqueles que ingerem energético em doses bem generosas, todo cuidado é pouco. Especialistas alertam que o consumo sem moderação desse tipo de bebida traz potencial risco à saúde, principalmente à do coração. Segundo o cardiologista Alexsandro Fagundes, esse consumo imoderado pode resultar em efeitos como insônia, aumento da pressão arterial, problemas gastrointestinais, transtornos de ansiedade e até causar taquicardia. 

Ele diz que bebe geralmente uma latinha não costuma apresentar esses sintomas, mas a superdosagem pode causar reações como tremores, náuseas, diarréia e dor de cabeça. De acordo com o cardiologista, os efeitos ocorrem devido à cafeína alterar o funcionamento do sistema nervoso central. Assim, é importante saber qual a quantidade de cafeína presente nesses produtos. “As marcas de energéticos, em sua composição, são diferentes uma das outras, elas não têm a mesma quantidade de componentes, não há regulamentação quanto a isso. A maioria concentra valor de cafeína equivalente a duas xícaras de café por unidade”, diz o médico. 

Fagundes diz que a tendência é as pessoas começarem a apresentar sintomas com consumo acima de 250 miligramas de cafeína por dia. Cinco xícaras de café de 50 ml já atingem essa quantidade. Ele orienta que crianças, idosos, diabéticos e cardíacos devem evitar o produto. 

Informações de Murilo Melo 


Seja o primeiro a comentar em Beber energético em demasia traz risco à saúde e pode comprometer coração

Deixe seu comentário: