Postado em:
17 out, 2012

10 tipos clássicos de colegas de trabalho!

Há vários tipos de colegas de trabalho. O clássico puxa-saco toda empresa tem um. Confira abaixo 10 tipos clássicos de colegas de trabalho.

 

1- O tiozinho. É um senhor idoso que todos desconhecem a que se dedica. Todos os dias topamos com aquele homem, de idade avançada, que usa camisa e gravata, sempre sem paletó, que parecesse desempenhar um serviço importante, já que trabalha na empresa há muito tempo e tem até sala própria, mas até agora ninguém sabe exatamente o que o tiozinho faz.

2- O doente. Pode estar localizado no cubículo da frente, do lado ou no de atrás. Sobre sua mesa sempre encontrará caixas e caixas de lenços descartáveis. O tempo todo está limpando a garganta, assoando o nariz e tem os olhos vermelhos e chorosos. Se pergunta como está, lhe dará uma explicação larga de seu deplorável estado de saúde.

3- A colega tímida e tranqüila. Você passa mil vezes pelo mesmo lugar e ela sempre está ali, fazendo seus trabalhos. Pouca gente também sabe o que ela realmente faz e quase ninguém sabe seu nome. Normalmente pode ser encontrada no último canto do escritório, acompanhada de alguma planta enorme que ela rega regiamente de manhã e a tardezinha.

4- O faz tudo. Não é precisamente a pessoa mais eficiente em suas tarefas, mas se é necessário levar alguma coisa de um lado pra o outro nem é preciso pedir que lá estará ele com o objeto nas costas, o filtro do ar condicionado está entupido, não precisa falar duas vezes e lá estará ele fazendo o trabalho sujo como se fosse a única coisa que sabe fazer na vida. Alguém se machucou? O “faz tudo” é enfermeiro desde criancinha. Em realidade, estas pessoas são felizes fazendo este tipo de coisas e não o seu trabalho.

5- O vagal. Estas pessoas geram muitas incógnitas, pois os demais não compreendem como foi que ele conseguiu o emprego, já que se nota que não sabe como fazer seu trabalho ou muitas vezes resolva no dobro de tempo que os demais. Está sempre pendurado no relógio, Quinze minutos antes do fim do expediente, suas coisas estão todas arruumadinhas e impaciente consulta o relógio minuto a minuto. Sente pouca empatia com a filosofia da companhia, bem como com o resto dos empregados.

6- O cagão. Aquele colega que em uma determinada hora do dia (reloginho) se levanta de sua cadeira para ir ao banheiro. Junta o que acha na frente, jornal, piadas impressas da internet e segue correndo para o banheiro. Sua rotina é odiada por todos, pois o cheiro do banheiro se converte em uma convenção de rato morto com ovo podre que ele miseravelmente tenta mitigar com “Bom Ar”.

7- O espião. É o clássico que passa o dia todo observando o restante e que seu verdadeiro trabalho é anotar todo o que as outras pessoas façam, para mais tarde, passar o relatório a seus superiores. Sabe que é odiado e que a fama de sua mãe corre solta pelo escritório, mas mesmo assim, seguirá com esta atividade.

8- O insaciável. Mal começou o dia, só está trabalhando a 15 minutos e já vai encher o saco da mulher do cafezinho dizendo que ela está atrasada. Na hora do almoço, é ele que vem escondido atrás de uma montanha de comida na bandeja. Quando todos ainda estão fazendo digestão, o arado já vasculha a sua gaveta onde é possível encontrar todo tipo de salgadinhos, doces, balas, bolachas… menos serviço. Investe mais horas movendo a boca que trabalhando.

9- O puxa-saco. É o clássico que passa a maior parte do tempo adulando e grudado nas bolas dos chefes. Preocupa-se mais em ficar “bem na foto” com a chefia do que em trabalhar. O tipo é tão perigoso que tem o costume de jogar um colega contra o outro inventando histórias de forma que fique neutro e possa ir correndo contar o que está acontecendo para o chefe. Tem ódio de morte do espião.

10- O Aspone. É em geral um coitado bem intencionado, que vive fazendo cursos de PNL e de estratégias de Relacionamento no Trabalho e tenta aplicar o que aprende no escritório se encarregando exclusivamente de programar reuniões todos os dias que o resto do grupo acha que é um pé no saco. Envia e-mail informando sobre a reunião e cinco minutos depois passa de mesa em mesa com sorriso de pasta de dentes comunicando o mesmo. Só sabe falar de trabalho e por isso é solenemente ignorado por quase todos. Também conhecido por “espalha rodinhas”.

E você que leu este post? Qual o seu tipo no ambiente de trabalho? Se encaixa em algum destes daqui? Comente!


Seja o primeiro a comentar em 10 tipos clássicos de colegas de trabalho!

Deixe seu comentário: