Postado em:
21 maio, 2012

Top 10 seriados que marcaram os anos 80!

Já que relembrar é viver… Que tal matar a saudade daquelas séries que marcaram os anos 80? Confira:

“Punky, A Levada da Breca” foi transmitida de 1984 a 1988. O seriado contava a história da garotinha Punky, que foi abandonada pelos pais e passou a viver nas ruas com seu cachorro Pinky. Ao descobrir um apartamento vago nas redondezas, muda-se para lá e ganha um pai adotivo, o senhor Arthur Bicudo, gerente do prédio. O jeito “moleca” da garota garantia boas atrapalhadas e ótimas risadas. Recentemente, a alguns episódios foram passados na Band.

“Anos Incríveis” durou de 1988 a 1993 e foi exibido, no Brasil, pela TV Cultura. Na série, Kevin Arnold (Fred Savage) narrava todas as muitas aventuras pelas quais um pré-adolescente poderia passar: seu primeiro amor (Winnie Cooper/Danica McKellar), suas brigas com o melhor amigo (Paul Pfeiffer/Josh Saviano) e com a família… Tudo acompanhado pelos clássicos da época, como a música da abertura chamada “With a Little Help from my Friends”, um clássico dos Beatles na voz de Joe Cocker.

“A Ilha da Fantasia”, uma série de 1978 a 1984, conquistou o público por seu cenário e seus protagonistas cativantes: o misterioso Sr. Roarke (Ricardo Montalbán) e o pequenino Tattoo (Hervé Villechaize), dono da famosa frase “O avião! O avião!” Em cada episódio, duas histórias eram contadas. Os personagens iam até a ilha para realizar seus sonhos mais profundos e acabavam saindo de lá com uma lição aprendida.

“As Panteras” foi uma das séries mais famosas dos anos 80. A “Charlie’s Angel ” que ficou mais conhecida foi a Farrah Fawcett, dona do cabelo mais invejado da época. O seriado serviu de inspiração para os filmes “As Panteras” e “As Panteras Detonando”.

“MacGyver”, ou “Profissão: Perigo”, foi exibida de 1980 e 1990. O marcante da série era o modo como o agente secreto Angus MacGyver resolvia seus problemas. Por incrível que pareça, ele não usava armas, e derrotava os vilões com seus conhecimentos científicos e seu amigo de todas as horas: um canivete suíço.

“Magnum, P.I.” é a versão dos anos 80 do famoso seriado “Havaí 5-0”. Tom Selleck, que interpretava o protagonista, só conseguiu o papel após a recusa do primeiro candidato. Nos primeiros capítulos, a série seguia uma linha mais humorada, com um Magnum brincalhão. Depois, o público foi exigindo que a série se tornasse mais sombria, o que culminou na morte do personagem principal. Mas, calma! O episódio da morte não passou de um sonho.

“Armação Ilimitada”, a “Malhação” dos anos 80, era voltado para o público adolescente. A série foi imaginada pelo ator Kadu Moliterno, em parceria com o amigo André de Biase. Em 1985, o seriado ganhou o “Premios Ondas”, considerado o Oscar televisivo da Europa.

“Por Favor, senhor MacGee, não me irrite…”. Não adiantava David Banner (Bill Bixby) avisar, a irritação era inevitável e a transformação dele em Hulk (Lou Ferrigno) também! Apesar das modificações que a história ganhou para a TV, “O Incrível Hulk” foi uma das adaptações mais bem feitas dos quadrinhos para as telinhas. Além disso, para a época, os efeitos especiais eram de assustar!

Em 1987, a série “ALF” foi lançada no Brasil com o nome de “ALF, o ETeimoso”. E bota teimoso nisso! O etezinho seguiu um sinal de rádio amador e acabou caindo na garagem da casa da família Tanner. Sem papas na língua, ALF tinha oito estômagos, um coração localizado na cabeça e um gosto apetitoso por gatos. E, claro, após as refeições, a criaturinha de outro planeta aliviava o peso com um educado arroto. Em 2004, a série foi exibida pelo SBT.

“Um Amor de Família” foi uma sitcom exibida de 1987 a 1997, que, inicialmente, não tinha conquistado a “TV FOX”. Porém, o sucesso da série foi tão grande que, até hoje, continua inspirando seriados de comédia mundo afora. Como esquecer do Al Bundy (Ed O’Neill), o menosprezado vendedor de sapatos que chegava em casa morto de fome, mas só encontrava sua mulher Peggy (Katey Sagal) e seus filhos, Kelly (Christina Applegate) e Bud (David Faustino), prontos para arrancar seu dinheiro? A vizinha Marcy D’Arcy (Amanda Bearse) também proporcionava boas risadas.


2 Comentários em Top 10 seriados que marcaram os anos 80!

  • Hug disse:

    Curtia demais Punk a levada da Breca, Alf e Hulf com o bombadão pintado de verde… acho que estou ficando velho hehe

  • pedro cardoso Manaus AM disse:

    um amor de família era a minhamais favorita gdo penso na minha infacia é uma das coisas q vm logo em minha memoria eh SAUDADE !
    por isso antes a tv passava coisa boas hj só porcaria tipo malhação ECA!

  • Deixe seu comentário: